Esportes

Chefe da Mercedes afirma que ‘precisa ser realista’ quanto a melhora da equipe em Ímola

Crédito: Divulgação/Fórmula 1.com

Neste domingo (24), a Fórmula 1 terá sua primeira corrida da temporada em território europeu. Desde o GP da Austrália, que aconteceu no dia 10 de abril, até o GP da Emília-Romgna deste fim de semana, as equipes tiveram duas semanas para melhorarem os carros e apresentarem um melhor desempenho em território italiano. As informações são da Band.

Chefe da Mercedes, Toto Wolff afirmou que é preciso ser realista quanto as chances de melhora de sua equipe em Ímola. “Trabalhamos muito no fim de semana da Páscoa na fábrica para melhorar o carro e deixá-lo pronto para a próxima corrida, o que mostra a dedicação do time para virar o jogo. Mas precisamos ser realistas, levará tempo para obtermos os ganhos que esperamos. Estamos aprendendo o máximo que podemos de cada corrida para conseguirmos evoluir o carro”, declarou.

A etapa de Emília-Romagna contará com uma corrida sprint, deixando os times com um treino a menos para introduzir e avaliar inovações. Considerando isso, Wolff acredita que ainda levará tempo para alcançar as rivais Ferrari e RBR.

“Sabemos que não temos o ritmo de Ferrari e Red Bull nesse momento. Mas estamos trabalhando para reduzir essa desvantagem, e é brilhante ver todo mudo trabalhando duro na fábricas para fazer isso acontecer”, completou.