Farol ISTOÉ

Chaves ganha musical, com relíquias no palco

Crédito: Rafael Beck / Divulgação

Parece que todos os artistas célebres que já morreram estão condenados a voltar aos palcos por meio de homenagens em musicais, aqueles shows que misturam a vida e os sucessos do homenageado. O último a merecer esse tipo de homenagem é Chávez (Chaves, no Brasil), personagem criado pelo comediante mexicano Roberto Gómez Bolaños (1929-2014). “Chaves – um tributo musical” pretende homenagear o legado de Chávez a partir de 23/8 no teatro Opus, no Shopping Villa-Lobos de São Paulo. O espetáculo ficará duas semanas em cartaz.

O estilo do musical é o da Broadway, consagrado no Brasil, e tem produção de Roberto Gómez Fernandez, filho de Bolaños, à frente do Grupo Chespirito. Chespirito era o apelido do artista, considerado o pequeno Shakespeare (Chesperito) do México.

“É maravilhoso saber que no Brasil o legado do meu pai está vivo”, disse ele. Afinal, “Chaves” está no ar na televisão há 45 anos. O espetáculo promete levar ao palco objetos de cena e relíquias de Bolaños, inclusive a versão original da Vila do Chaves.

Tópicos

chaves musical