Esportes

Charles Leclerc faz a ‘pole position’ do Grande Prêmio de Mônaco

O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, fez a ‘pole position’ no treino de classificação deste sábado para o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1, à frente do seu companheiro de equipe, o espanhol Carlos Sainz.

“É muito especial, estou muito feliz. O fim de semana correu bem até agora”, comemorou Leclerc.


A segunda fila do grid de largada para a corrida de domingo será formada pelo mexicano Sergio Pérez, em terceiro, e o holandês Max Verstappen, em quarto, ambos da Red Bull.

A terceira sessão classificatória (Q3) foi interrompida após um acidente na entrada do túnel com Pérez, que perdeu o controle do carro e em seguida foi atingido por Sainz.

“Estava na minha volta de pista, vi a bandeira amarela, freei e tentei desviar o máximo que pude”, explicou o espanhol da Ferrari.

Pérez também falou sobre o acidente e o estado de seu carro depois da sessão: “Está bastante danificado e o que agrava a situação é a batida de Carlos, então temos muitos danos. Mas veremos, creio que deve estar bem para amanhã (domingo)”.

Com o treino interrompido, Verstappen não teve a chance de terminar sua última volta para tentar uma posição melhor no grid.

“Charles foi forte demais hoje, mas seria bom ficar em segundo. Isso é Mônaco, você faz uma volta no Q3 e sempre há o risco de uma bandeira vermelha”, comentou o holandês.

“Não acredito que a ‘pole’ estivesse ao nosso alcance hoje. Charles andou forte. É uma pena, já que acho que nossos pilotos poderiam ter melhorado um pouco”, reconheceu o chefe da Red Bull, Christian Horner.

O britânico Lando Noris, da McLaren, foi o quinto. Em seguida, aparecem seu compatriota George Russell (Mercedes), o espanhol Fernando Alonso (Alpine), o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), o alemão Sebastian Vettel (Aston Martin) e o francês Estaban Ocon (Alpine), fechando o ‘Top 10’.

Um pouco antes, a primeira sessão de classificação (Q1) também tinha sido interrompida, após o japonês Yuki Tsunoda (AlphaTauri) se chocar com o guard rail na chicane depois do túnel.

No circuito de Mônaco, onde a pista estreita dificulta as ultrapassagens, as posições do grid de largada são muito importantes. Com a possibilidade de chuva na corrida de domingo, quem larga na frente pode ter uma vantagem ainda maior.

Depois de seis etapas na temporada (quatro vencidas por Verstappen e duas por Leclerc), o holandês, vencedor em Mônaco no ano passado, chega a este Grande Prêmio com seis pontos de vantagem sobre o monegasco na classificação do mundial de pilotos.

No campeonato de construtores, a Red Bull lidera com 26 pontos à frente da Ferrari.

— Grid de largada do GP de Mônaco:

1. Charles Leclerc (MON/Ferrari) 1:11.376

2. Carlos Sainz (ESP/Ferrari) 1:11.601

3. Sergio Pérez (MEX/Red Bull) 1:11.629

4. Max Verstappen (HOL/Red Bull) 1:11.666

5. Lando Norris (GBR/McLaren) 1:11.849

6. George Russell (GBR/Mercedes) 1:12.112

7. Fernando Alonso (ESP/Alpine) 1:12.247

8. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:12.560

9. Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin) 1:12.732

10. Esteban Ocon (FRA/Alpine) 1:13.047

11. Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri) 1:12.797

12. Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo) 1:12.909

13. Kevin Magnussen (DIN/Haas) 1:12.921

14. Daniel Ricciardo (AUS/McLaren) 1:12.964

15. Mick Schumacher (ALE/Haas) 1:13.081

16. Alexander Albon (TAI/Williams) 1:13.611

17. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) 1:13.660

18. Lance Stroll (CAN/Aston Martin) 1:13.678

19. Nicolas Latifi (CAN/Williams) 1:14.403

20. Zhou Guanyu (CHN/Alfa Romeo) 1:15.606

hdy/bvo/cb





Tópicos

auto F1