Mundo

Chanceler russo vai aos EUA um ano após polêmica reunião com Trump

Chanceler russo vai aos EUA um ano após polêmica reunião com Trump

O presidente dos EUA Donald J. Trump (C) conversando com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov (E) e, em seguida, o embaixador da Rússia nos EUA, Sergei Kislyak, durante uma reunião na Casa Branca - RUSSIAN FOREIGN MINISTRY/AFP

O ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, está preparando uma visita a Washington na próxima terça-feira (10) – anunciou sua porta-voz, Maria Zakharova, à AFP.

“A visita está sendo preparada”, disse Kakharova, que confirmou 10 de dezembro como a data prevista, mas não detalhou a agenda.

Esta será a primeira viagem de Lavrov desde o polêmico encontro com Donald Trump em 2017. Em 10 de maio deste mesmo ano, o chanceler foi recebido por Trump no Salão Oval da Casa Branca.

O encontro gerou grande controvérsia, porque o presidente americano foi acusado de revelar informações confidenciais sobre a Síria.

Divulgadas pela agência estatal russa de notícias Tass, as fotos do encontro mostravam um Trump bastante sorridente ao lado dos diplomatas. O embaixador russo Sergei Kysliak também participou da reunião.

Os opositores do presidente americano criticaram o encontro, que aconteceu no momento em que Donald Trump era suspeito de ter conspirado com a Rússia durante a campanha eleitoral de 2016 para derrotar Hillary Clinton.

Concluída em 2019, uma ampla investigação liderada pelo procurador especial Robert Mueller o isentou de qualquer suspeita de conluio com Moscou, mas, ao mesmo tempo, apontou as inúmeras pressões exercidas por Trump sobre estes investigadores.