Brasília, 4 – O chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, disse nesta segunda-feira, 4, que apoia o acordo entre União Europeia e Mercosul. A fala é um contraponto à crítica feita dias antes pelo presidente da França, Emmanuel Macron, ao acordo.

“Seria muito bom que o acordo fosse assinado”, disse Scholz.

Ele falou ao lado do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, depois de reunião bilateral realizada em Berlim.

O alemão disse que é possível conseguir maioria para aprovar o acerto nas instâncias europeias depois de concluídas as negociações.

Segundo ele, o acerto seria bom para as relações entre a União Europeia e o Mercosul.

O chanceler da Alemanha diz que quer criar empregos através da transformação de matérias-primas no Brasil.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias