CES 2020: 5 destaques da maior feira de tecnologia do mundo

CES 2020: 5 destaques da maior feira de tecnologia do mundo

Nesta semana, Las Vegas recebe mais de 3 mil empresas de tecnologia que anunciarão todo tipo de tranqueira tecnológica, incluindo algumas absolutamente inúteis e bizarras. Abaixo, cinco novidades que chamam a atenção de imprensa e jornalistas que estão por lá.

O BB8 da Samsung

A Samsung apresentou o Ballie, um robô em forma de esfera que pode servir como um auxiliar na segurança de casa e acionar eletrônicos. O robô, já comparado ao BB8 de Star Wars, usa câmeras e software de IA para reconhecer objetos e interagir com o dono, e é ativado por comandos de voz. Não se sabe ainda quando chegará às lojas.

O carro Avatar da Mercedes

A Mercedes trouxe até James Cameron para divulgar o Vision AVTR, um carro-conceito que provavelmente nunca será lançado, mas chama atenção na feira. O carro tem motores iguais na frente e atrás, podendo se locomover da mesma forma para frente ou para trás, entre outras inovações.

O MiniPC gamer da Razer

Conhecida por seus mouses e teclados para gamers, a Razer mostra na CES seu primeiro desktop. Em vez de uma placa-mãe convencional, o PC usa um módulo Intel NUC Element e tem cerca da metade do tamanho de um PC gamer convencional.

Lenovo ThinkPad X1 Fold

O primeiro notebook com tela dobrável do mundo está na CES e é da Lenovo. Com tela OLED e Windows Pro, chega aos EUA em meados deste ano por US$ 2.500.

Alienware Concept UFO

Este protótipo da Alienware é um PC com Windows 10 reduzido a um formato similar ao do Nintendo Switch, tem até controles destacáveis. Voltado para games, por enquanto, é só um protótipo mesmo e não se sabe se será lançado.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.