Agronegócio

Centro-Sul processa 36,85 mi de t de cana na 1ª quinzena de outubro, diz Unica

São Paulo, 27 – As usinas produtoras de cana-de-açúcar do Centro-Sul do Brasil processaram 36,85 milhões de toneladas na primeira quinzena de outubro, o que corresponde a uma queda de 2,05% em comparação com igual período de 2019 (37,6 milhões de t). O levantamento é da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), e foi divulgado nesta terça-feira, 27 .

O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, informou em comunicado que “entramos em um período de desaceleração no processamento de matéria-prima, visto o ritmo intenso da moagem dos últimos meses graças a estiagem”. As consequências do prolongado período de estiagem devem começar a se refletir na produtividade da lavoura nos próximos meses, acrescentou.

Conforme a Unica, 239 unidades estavam em operação até dia 1º de outubro de 2020 em comparação com 234 usinas em igual período da safra 2019/2020. No total, 24 unidades produtoras encerraram atividade de moagem, até o momento.

A produção quinzenal de açúcar permanece elevada no comparativo com o mesmo período de 2019, com 2,61 milhões de toneladas ante 1,91 milhão de t (+36,5%) do adoçante sendo produzidas.

A produção de etanol, por sua vez, alcançou 2,06 bilhões de litros na primeira quinzena de outubro, ante 2,30 bilhões fabricados em igual período do ciclo 2019/2020 (-10,42%). Do total de biocombustível Produzido, o hidratado, utilizado diretamente no abastecimento dos veículos, representou 1,30 bilhão de litros, enquanto o etanol anidro, adicionada à gasolina, somou 762,34 milhões de litros. Na comparação quinzenal apenas a produção deste último realiza um aumento em relação à safra passada. O valor representa um acréscimo de 10,72% ao processamento de etanol anidro da safra 2019/2020. O hidratado apresenta retração de 19,46% na quinzena.

A qualidade da matéria-prima processada na primeira quinzena de outubro, mensurada a partir da concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR), atingiu 164,04 kg por tonelada em 2020 ante 154,25 kg verificados na mesma quinzena da safra passada (+6,35%).

Acumulado

A moagem de cana no acumulado da safra 2020/2021 atingiu 538,13 milhões de toneladas, registrando aumento de 5,06% sobre as 512,23 milhões processadas em igual período do ciclo 2019/2020.

No acumulado do ciclo 2020/2021, o índice alcançou 144,32 kg de ATR por tonelada de cana-de-açúcar – 4,51% superior ao valor apurado no último ciclo agrícola.

A produção acumulada de açúcar atingiu a marca de 34,67 milhões de toneladas, montante 45,92% superior aos 23,76 milhões de toneladas produzidas no último ano. “Do aumento total de 10,91 milhões de toneladas na produção de açúcar observada até o momento, cerca de 8,08 milhões derivam da mudança do mix de produção e os outros 2,83 milhões resultam do avanço da moagem e da melhor qualidade da matéria-prima colhida”, explica Rodrigues.

Desde o início da safra 2020/2021 até a primeira quinzena de outubro, 46,85% da matéria-prima foi destinada a fabricação do adoçante, ante 35,26% no mesmo período de 2019. “A proporção de cana destinada à fabricação do açúcar permanece elevada a despeito da redução marginal em relação a segunda quinzena de setembro, refletindo um movimento natural do ciclo agrícola”, observou Rodrigues.

O volume de etanol produzido no acumulado da safra 2020/2021 totalizou 25,57 bilhões de litros, 7,49% inferior ao assinalado na última safra, com o etanol anidro recuando 4,82% e o hidratado 8,64%, respectivamente.

A produção de etanol fabricado a partir do milho mantém um ritmo ascendente sem precedentes, com produção quinzenal de 120,19 milhões de litros e acumulado de 1,27 bilhão de litros, o que representa um acréscimo de 86,98% e 90,00% em relação à safra 2019/2020, respectivamente.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel