Economia

Centrais organizam ato na quarta-feira em frente ao Ministério da Economia

Centrais sindicais anunciaram para na quarta-feira, 8, às 11 horas, um ato em frente ao Ministério da Economia, em Brasília, com o objetivo de divulgar propostas para a proteção de trabalhadores e a retomada da economia em meio à pandemia do novo coronavírus.

Os sindicalistas vão se concentrar em frente ao Bloco P da sede do ministério e apresentar um documento com seus pleitos. “Vamos cobrar a extensão do auxílio de R$ 600 até dezembro e mais crédito para as micro e pequenas empresas”, afirmou o presidente da Força Sindical, Miguel Torres, em nota à imprensa.

Também participam do ato os líderes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST).

De acordo com a nota, não haverá aglomeração e todos os protocolos sanitários e medidas de proteção serão respeitados para evitar o contágio e a propagação de covid-19.

Segundo as entidades, o documento com as propostas é o mesmo já apresentado ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), durante uma videoconferência no fim de junho.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?