Esportes

Ceni pede mais equilíbrio ao São Paulo e cobra fim ‘dos erros básicos’ após tropeço no Morumbi

Tricolor ficou no empate com mistão do Ceará e perdeu chance de dormir na liderança

Ceni pede mais equilíbrio ao São Paulo e cobra fim ‘dos erros básicos’ após tropeço no Morumbi

neste sábado

O São Paulo saiu de campo vaiado após ficar só no empate em 2 a 2 com o Ceará neste sábado (28), no Morumbi, e perder a chance de alcançar a liderança temporária do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o técnico Rogério Ceni foi categórico: quer um equilíbrio maior de seu time, incluindo assim o fim dos erros básicos que acabam gerando gols sofridos pelo Tricolor.


– Tem que ter uma equipe mais equilibrada. Nosso ataque é o mais positivo, mas nossa defesa tem que melhorar. Nós no (Campeonato) Paulista tivemos uma fase boa, de passar os jogos zerados (sem sofrer gols). O problema maior é que são erros nossos. A gente tem entregue muitos gols aos adversários. Temos que tentar diminuir esses erros básicos, cortar isso, se enxugarmos só eles, nosso desempenho já melhora.

A crítica não é à toa. Se o São Paulo por um lado tem o melhor ataque do Brasileirão, com 14 gols marcados, por outro sofreu gols em sete das oito partidas que fez pela competição até agora.

A coisa vai além. Neste sábado, o primeiro gol do rival cearense saiu de um erro na saída de jogo do zagueiro Arboleda. O tento de empate, segundo o próprio Ceni, foi alertado ao elenco na preleção do jogo.

– Nós alertamos para essa jogada do Ceará, que é a principal arma deles, são muito bons nas jogadas aéreas, de cruzar essa bola no primeiro pau para que alguém entre rasgando ou desviando. O Mendonza (autor do gol) já marcou duas ou três vezes dessa maneira.

O treinador tricolor também pontuou sobre outro problema que vem causando aflição na torcida: a queda de rendimento nas etapas finais. Já havia acontecido na última rodada, quando sofreu o empate diante do rival Corinthians após ir para o vestiário vencendo por 1 a 0. Para Ceni, o desgaste da equipe se torna inevitável por conta do método de jogo.

– Eu acho que aconteceu, e deve acontecer em muitos jogos, um desgaste. Poque vamos muito forte fazer a pressão, principalmente em casa, vamos em cima na construção do adversário. E quando se joga assim, é fatal para que o cansaço bata mais cedo. Não é fácil manter um nível de marcação desses, por mais que você treine. E eu acho que quando vier jogos em sequência, vai se tornar cada vez mais difícil. Por isso em determinados jogos você tem que adotar outra tática de jogo. Agora, jogando em nossa casa, precisando do resultado para se tornar o primeiro colocado, o nosso modelo de jogo é esse, de tentar pressionar. Evidentemente erramos muitos passes. E as reposições não conseguiram exercer as mesmas funções daqueles que estavam em campo. Por isso estamos caindo um pouco de rendimento nos segundos tempos.

TABELA
> Confira jogos, classificação e simule resultados do Brasileirão-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do L!