Esportes

Ceni não crê em desmanche no São Paulo e comenta sobre possíveis vendas: ‘Não vai haver debandada’

O treinador do Tricolor paulista falou sobre desempenho de Caio em vitória contra o Ayacucho e afirmou que confia na direção do clube

Ceni não crê em desmanche no São Paulo e comenta sobre possíveis vendas: ‘Não vai haver debandada’

Após a vitória do São Paulo sobre o Ayacucho por 1 a 0, com gol de Caio e um elenco basicamente todo formado por atletas da base, Rogério Ceni falou sobre a possibilidade de um desmanche no Tricolor paulista.


Galeria
> ATUAÇÕES: Crias de Cotia mostram valor, e Caio brilha em vitória do São Paulo; veja as notas

Tabela
> Veja tabela da Copa do Sul-Americana e simule os próximos jogos

Após elogiar o desempenho da cria de Cotia – que marcou o gol da vitória, Ceni afirmou que não acredita na possibilidade de um desmanche na equipe, mas não descartou futuras vendas. O treinador ainda citou a situação financeira do São Paulo e “passado recente de mau cuidado”.

– Esse aqui (Caio) é um deles que pode ajudar a gente no futuro, com mais um ano de treinamento, alguns momentos. (…) Quando aparece boa oportunidade, o clube tem que pensar no lado financeiro. Conversei hoje com o presidente, não gostaria nem que vendesse, no fim da temporada vender, mas sabemos que o clube vive uma realidade de passado recente de mau cuidado com o clube. Vamos tentar mexer o mínimo, e, se perder, se programar para trazer outro jogador para repor a ausência de outro jogador. É uma geração de Cotia. São jovens, talentosos, que trabalham no dia a dia. Tem que trabalhar para usar no momento correto, pois pode atrapalha – disse.

Rogério Ceni ainda comentou sobre manter um bom diálogo com a diretoria do Tricolor e se mantém positivo a respeito da situação. O técnico reafirmou que pretende brigar por peças maiores e focar em repor eventuais saídas de jogadores.

– Acho que não vai haver desmanche. Pode acontecer uma venda, mas a direção tem experiências passadas que nos levam a crer que é possível pensar em coisas boas. São características diferentes, personalidades diferentes. Temos sempre diálogo aberto com Nelson, Belmonte, Muricy e etc. é claro que quero ganhar, e sei que não é fácil pois tem times que estão estabilizados e na frente da gente. Quero brigar por coisas maiores e tenho certeza que não vai haver debandada, mas uma peça pode ser que a gente perda. Basta visualizar o mercado para a gente repor uma ou alguma necessidade que a gente tenha – concluiu.

O São Paulo volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Ceará (28), às 19h, no estádio do Morumbi, pelo Brasileirão. Classificado para as oitavas de final da Sul-Americana, conhecerá seus adversários na sexta-feira (27)