Geral

Ceds e Candybloco promovem festa da diversidade no Rio

Um novo bloco, que entrou este ano na lista oficial da Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur), vai estrear no carnaval de rua da cidade amanhã (25), em ação conjunta com a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da prefeitura carioca (Ceds Rio). A ideia do bloco LGBT Candybloco, formado em um camarote da Marquês de Sapucaí e que desfila pela primeira vez na rua, é promover uma grande festa da diversidade na Praça Marechal Âncora, região central da capital fluminense. A concentração está marcada para começar às 18h.

O coordenador especial da Diversidade Sexual, Nélio Georgini, destacou a importância do Candybloco para a pluralidade, democracia e inclusão da folia. “O Rio de Janeiro é o retrato da diversidade. O período da folia é o mais democrático e inclusivo do Brasil. O carnaval não é só uma festa, faz parte da cultura, usa a alegria e o humor para fazer crítica social e para dar visibilidade a causas importantes”, declarou.

Acolhimento à diversidade

O cantor Beni Falcone, um dos fundadores do Candybloco, lembrou a necessidade de criação nas cidades de um ambiente de respeito e acolhimento à diversidade. “Precisamos criar esse ambiente de diversidade, acolhimento e celebração para toda e qualquer pessoa LGBTQI+ ou não, que queira somar sua voz à nossa. Ocupar um espaço da cidade do Rio, se fazer presente na rua, celebrando o amor, a convivência pacífica e a tolerância, é a maneira mais linda de se fazer política e de se entender como cidadão carioca. Como artista ‘queer’, isso é muito mais do que eu jamais sonhei para minha carreira”, afirmou.

Durante o desfile do novo bloco, será aberta uma bandeira gigante de 30 metros com as cores da bandeira LGBT e a logomarca da prefeitura do Rio, para afirmar a luta contra a LGBTfobia e a conquista de direitos.