Economia

CCJ do Senado conclui leitura do relatório da reforma e mantém votação para dia 4

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) leu, nesta quarta-feira, 28, o relatório sobre a reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. O parecer, com 58 páginas, desidrata a proposta em R$ 31 bilhões, compensando as perdas com um aumento na arrecadação previdenciária que dependerão de uma proposta paralela – a ser analisada na sequência.

A votação da reforma na CCJ foi mantida para a próxima quarta-feira, 4 de setembro.

Até lá, senadores poderão apresentar emendas à proposta, que deverão ser analisadas pelo relator. Até o momento, foram feitas 287 sugestões de alteração ao texto.

Os parlamentares ainda poderão apresentar mais emendas quando a reforma chegar ao plenário.