Esportes

Cautelosa, seleção brasileira encara Japão na Copa do Mundo de futsal


Depois de encerrar a primeira fase vencendo as três partidas por goleada, a seleção brasileira inicia nesta quinta-feira a disputa dos playoffs da Copa do Mundo do Futsal, que está sendo disputada na Lituânia. A partir das 14h (horário de Brasília), a equipe do técnico Marquinhos Xavier encara o Japão, em Kaunas, em busca de uma vaga nas quartas de final.

Apesar do bom retrospecto na primeira fase – foram 18 gols marcados e apenas dois sofridos nos três primeiros jogos -, o Brasil encara a partida diante dos japoneses com muita cautela. Na teoria, trata-se de um adversário com todas as condições de ser batido pela equipe brasileiras, mas foi justamente na fase de oitavas de final da última Copa do Mundo, disputada em 2016 na Colômbia, que a seleção foi surpreendida, sendo eliminada pelo Irã.

Capitão da equipe, o fixo Rodrigo jogou aquela partida e sabe da importância de o time entrar concentrado diante dos japoneses. “O Brasil tinha essa responsabilidade de chegar, e tem a responsabilidade de chegar ainda mais (longe). Sabemos que no último Mundial foi nessa fase que a gente ficou de fora. Então tem esse peso. Mas estamos muito bem preparados para a partida”, afirmou o jogador.

Para evitar que a hecatombe aconteça novamente, a seleção brasileira fez o dever de casa. Todos os três jogos do Japão na primeira fase foram analisados pela comissão técnica, sendo dois deles in loco. “É uma equipe bastante qualificada, que procura manter a posse de bola. Tem um trabalho de passe mais rápido e envolvente”, diz o analista de desempenho da seleção, Rodrigo Carlet. “O Japão costuma trabalhar bastante com um pivô de referência, mas também faz quatro em linha”, acrescenta.

O adversário desta quinta-feira tem três brasileiros naturalizados japoneses compondo o elenco – o goleiro Higor, o fixo Arthur e o ala Rafael Henmi, um dos destaques do time. Na primeira fase, o desempenho na tabela foi apenas razoável, com o time terminando em terceiro no seu grupo.

FAVORITO, MAS “PREVISÍVEL” – Bicampeão mundial com a seleção brasileira nas Copas do Mundo de 1992 e 1996, o ex-jogador Fininho vê a seleção como favorita neste início de playoff, mas considera que o time precisa evoluir durante a disputa do campeonato. Hoje treinador do Toledo Futsal (PR), ele avaliou que a equipe de Marquinhos Xavier foi previsível em determinados momentos da primeira fase da competição.

“Geralmente a primeira fase é mais tranquila. Teve só um jogo difícil, contra a República Checa. Serviu para dar um pouco de ritmo, principalmente para os atletas de fora”, disse Fininho ao Estadão. “Mas achei o Brasil um pouco previsível demais, lento em alguns momentos. É claro que temos grandes jogadores, mas fomos um pouco previsível, sendo fácil de ser marcado.”

O bicampeão acredita que a seleção irá passar pelo Japão – se o Brasil passar pela seleção japonesa, vai encarar o Marrocos, que ontem venceu a Venezuela por 3 a 2, nas quartas de final -, mas alertou para a necessidade de concentração.

“A partir de agora o caldo vai engrossar. A Argentina venceu por 2 a 1 o Irã, e Paraguai x Japão foi um jogo difícil também. O Japão vem numa evolução muito grande”, afirmou Fininho. “No último Mundial o Brasil ficou de fora por causa de uma derrota para a seleção do Irã. Temos que encarar com muita responsabilidade e respeitar muito a seleção do Japão. Não vai ser fácil, mas creio que o Brasil irá passar”, finalizou o bicampeão mundial.

Saiba mais
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio