Esportes

Catar nega que tenha subornado para ser eleito sede da Copa de 2022

O Catar afirmou nesta terça-feira que as acusações de que pagou propinas para sediar a Copa do Mundo de 2022 “não têm fundamento” e garantiu que serão “rebatidas com contundência”.

De acordo com documentos do promotor federal do Brooklyn publicados na segunda-feira, os dirigentes da Fifa receberam subornos para votar a favor de conceder à Rússia a Copa do Mundo de 2018 e ao Catar o Mundial de 2022.

O emirado afirmou que “negou veementemente as alegações contidas nos documentos”.

Essas novas revelações estão ligadas ao grande escândalo de corrupção envolvendo autoridades do futebol mundial, que eclodiu em 2015, mergulhando a Fifa na pior crise de sua história e motivando a queda do então presidente Joseph Blatter.

“Isso faz parte de um caso de longa data, cujo objeto não é o processo de atribuição das Copas do Mundo de 2018 e 2022”, declarou o Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022.

Apesar de anos de falsas acusações, não há evidências que demonstrem que o Catar tenha obtido a organização da Copa do Mundo de 2022 de maneira duvidosa ou por meios que violem as regras estritas da Fifa”, acrescentou a o comitê.

A Rússia também negou nesta terça-feira o pagamento de propinas para sediar a Copa do Mundo de 2018.

gw/dif/dr/mcd/aam

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Raro fenômeno da lua azul ocorrerá durante o Halloween, saiba o significado

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago