Apesar de ter contrato até 2024, o goleiro Cássio não mostrou muita motivação para permanecer no Corinthians em entrevista após a derrota para o Internacional, por 2 a 1, neste sábado, na Neo Química Arena, pela 37ª rodada do Brasileirão. Um dos maiores ídolos do clube, optou por deixar seu futuro em aberto.

“Não sei, tenho contrato. Geralmente fala de sair quando tem proposta, não sei se tem, tenho contrato com o Corinthians. Futebol não dá para cravar nada, vem demonstrando que nada é certo”, disse Cássio.

Com 36 anos e quase 700 jogos com a camisa do Corinthians, Cássio admitiu que o clube teve um ano complicado e traçou os objetivos para esta reta final de Brasileiro: permanecer na divisão e buscar uma vaga na Sul-Americana.

“Quero terminar a temporada, a última partida, ficar perto da minha família porque foi um ano difícil, várias situações, ano de eleição, conturbado, com todo o respeito pelo Corinthians, já vivi anos de eleição, mas esse ano foi mais conturbado. Terminar a última partida, torcer para livrar amanhã e tentar fazer uma grande partida para levar o Corinthians à Sul-Americana”, afirmou.

Com a derrota para o Internacional, o Corinthians ficou no 13º lugar do Brasileirão, com 47 pontos, seis a mais do que o Bahia, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

O Corinthians se despede do Brasileirão na quarta-feira, às 21h30, diante do Coritiba, no Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias