Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Por Steven Grattan

SÃO PAULO (Reuters) – Os casos da Covid-19 nas Américas aumentaram cerca de 14% na semana passada em relação à anterior, com 1,3 milhão de novos casos e 4.158 novas mortes relatadas, informou nesta quarta-feira a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

A América do Sul foi a mais afetada, com um aumento na taxa de mortes por Covid de 32,8% em relação à semana anterior, segundo a diretora-geral da Opas, Carissa Etienne.

“Na América do Sul, houve um aumento significativo na incidência da Covid-19, com quase meio milhão de novos casos de Covid-19 relatados durante a última semana — um aumento de 24,6% em comparação com a semana anterior”, disse Etienne em uma coletiva de imprensa.

O maior aumento de infecções foi relatado na Bolívia, à frente do Peru.

A América do Norte teve um aumento de 7,7% em comparação com a semana anterior, apesar de uma queda nos casos no Canadá, já que os Estados Unidos e o México estão na direção oposta, informou a Opas.

“No contexto da evolução dos padrões de transmissão, os países não devem baixar a guarda”, disse Etienne.

Ela enfatizou que é preciso prestar mais atenção para preparar os sistemas de saúde das Américas para os efeitos a longo prazo das condições pós-Covid, a chamada Covid longa, que pode ter sintomas “extremamente debilitantes”.

O sintoma mais comum é a fadiga severa e persistente, disse Etienne, acrescentando que as pessoas também podem sentir falta de ar e perda do paladar e do olfato.

“Tudo isso pode ter impacto na saúde mental de uma pessoa e influenciar aspectos importantes de sua vida pessoal e profissional”, disse Etienne.

Dezenas de outros sintomas associados à Covid longa foram relatados, incluindo confusão mental, dor crônica e batimentos cardíacos rápidos que podem durar meses após a infecção inicial.

“Imagine como isto pode ser perturbador para uma mãe que não consegue sentir o cheiro de seu bebê, uma pessoa atlética que agora está cansada o tempo todo, ou um profissional que não consegue se concentrar nas tarefas para as quais foi treinada”, disse Etienne.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5S0U1-BASEIMAGE