Geral

Caso Tatiane Spitzner: marido réu por feminicídio é interrogado nesta quinta

Crédito: Reprodução/Instagram

Luis Felipe Manvailer será interrogado pela Justiça nesta quinta-feira (21), a partir das 14h30, em Guarapuava, na região central do Paraná. Ele é acusado de ter matado a própria esposa, a advogada Tatiane Spitzner, em 22 de julho de 2018. Em audiências anteriores, testemunhas e familiares do casal foram ouvidos pela Justiça. Esta é a segunda vez que o réu falará sobre o crime. A primeira vez foi durante uma audiência de custódia em São Miguel do Iguaçu, no oeste do estado. As informações são do G1.

As audiências servem para que a juíza Paola Mancini, responsável pelo caso, defina se o réu irá para júri popular, ou não. Luis Felipe Manvailer é acusado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) por homicídio qualificado, cárcere privado e fraude processual.

Segundo o MP-PR, o réu matou Tatiane Spitzner por asfixia mecânica. O crime de homicídio também foi qualificado por motivo torpe, dificultar a defesa da vítima, além de feminicídio, conforme a denúncia do Ministério Público.
A defesa de Manvailer informou que espera que a solenidade processual transcorra dentro do que prevê a lei processual.

Tatiane Spitzner foi encontrada morta após cair do 4º andar do prédio em que morava. Câmeras de segurança registraram Luis Felipe agredindo a esposa antes da queda.