Geral

Caso Marielle: Esposa e amigos de Ronnie Lessa são soltos dias após condenação por destruição de provas

Crédito: Reprodução

Ronnie Lessa, suspeito de ter participado do assassinato de Marielle Franco (Crédito: Reprodução)


Quatro dos cincos condenados por destruição de provas no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco foram soltos pela Justiça do Rio de Janeiro. Elaine Lessa, Márcio Montavano, Bruno Figueiredo e Josinaldo Freitas vão responder em liberdade. As informações são do G1.

De acordo com o Ministério Público, os quatro elaboraram e executaram o plano para se livrar do arsenal que Ronnie Lessa, suspeito de matar Marielle, tinha em casa. Isso ocorreu quase um ano depois da morte da vereadora.

Ao G1, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) confirmou que todos já estão em liberdade — exceto Ronnie.

Condenação

Ronnie, um dos suspeitos de matar a vereadora, foi condenado a quatro anos e seis meses de reclusão pela ocultação de armas que teriam sido utilizadas no crime.

Já Elaine, Bruno, José Marcio Mantovano e Josinaldo Freitas foram condenados a quatro anos de reclusão pelo envolvimento na operação que retirou as armas da casa de Ronnie, jogadas no mar da Barra da Tijuca, em 2019.

Saiba mais
+ Homem acusado de matar a mãe e a tia é retirado de audiência por miar
+ Receita fácil de cupcakes para comemorar o Halloween
+ As 20 Picapes mais vendidas em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Sprinter vira motorhome completo; conheça o modelo
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio