Geral

Caso Henry: Justiça aceita pai do menino como assistente da acusação em processo sobre a morte da criança

Crédito: Reprodução/TV Globo

Caso Henry: Justiça aceita pai do menino como assistente da acusação em processo sobre a morte da criança (Crédito: Reprodução/TV Globo)

A Justiça do Rio de Janeiro autorizou que Leniel Borel, pai do jovem Henry Borel, atue como assistente da acusação no processo que investiga a morte do menino. A decisão diz que o Ministério Público estadual concordou com a inclusão do engenheiro na ação. As informações são do G1.

Caso Henry: Dr. Jairinho tem registro de medicina suspenso pelo Conselho Regional


Caso Henry: Câmara quer saber por que Jairinho ligou para governador após morte do garoto

Caso Henry: Monique pede desinterdição de apartamento onde morava com Dr. Jairinho

São réus no processo do menino Henry a ex-mulher de Leniel e mãe do garoto, Monique Medeiros e o companheiro dela, o médico e vereador Jairo Souza, conhecido como Dr. Jairinho (sem partido). Os dois estão detidos desde o dia 08 de abril, suspeitos pela morte da vítima.

Na decisão favorável à Leniel, a juíza Elizabeth Machado Louro ainda determinou que o apartamento onde viviam Monique e Jairinho fosse desinterditado. A liberação do imóvel deveria ser informada ao 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes).