Geral

Caso Henry: defesa de Dr. Jairinho quer liberdade e entra com pedido

Crédito: Renan Olaz/CMRJ

A defesa do ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, entrou com pedido de habeas corpus a favor dele, que é acusado pelos crimes de tortura e homicídio qualificado contra o enteado, Henry Borel Medeiros.

O menino era filho da então namorada, Monique Medeiros da Costa e Silva. Além disso, ele também foi acusado de fraude processual e coação no curso do processo. De acordo com o UOL, ele está preso desde o último dia 8 de abril.


Na última sexta-feira (27), o pedido foi distribuído aos desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. De acordo com o advogado Braz Sant’Ana, autor do pedido, o ex-vereador não tem mais “influência política” e, por causa disso, ele não teria mais poderes para interferir nas investigações.

Acusado de torturar e matar o menino, Jairinho teve o mandato de vereador cassado no dia 30 de junho, por unanimidade, na Câmara do Rio. Na ocasião, ele também perdeu os direitos políticos pelos próximos oito anos.