Geral

Caso Henry: Babá volta atrás e diz que Monique pediu para ela mentir à polícia

Crédito: Reprodução/ Instagram

A babá do menino Henry Borel, Thayná Oliveira Ferreira, voltou atrás e contou aos investigadores que mentiu no depoimento prestado à 16ª DP da Barra da Tijuca, na zona oeste, nesta segunda-feira (12). As informações são do G1.

Thayná admitiu que sabia das agressões e afirmou que a mãe de Henry, Monique Medeiros, pediu para que ela mentisse para a polícia há duas semanas.

Em mais de sete horas em que deu declarações à polícia, a babá também afirmou que a empregada da casa, Leila Rosângela, a Rose, também mentiu. De acordo com o G1, a polícia sabe que no dia 12 de fevereiro, quando o vereador Dr. Jairinho teria agredido o menino, as duas estavam no apartamento.

Thayná mandou mensagens para Monique relatando as agressões de Jairinho ao menino Henry, relatadas para ela pelo próprio garoto, assim que ele saiu do quarto em que estava com o namorado da mãe.

Monique levou o filho no dia seguinte ao hospital Real D’Or, no bairro de Bangu, relatando que Henry teria caído da cama no dia anterior.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago