Geral

Caso Daniel: Justiça revoga prisão de três réus e apenas Edison Brittes continua preso

Crédito: Reprodução/TV Globo

A Justiça revogou as prisões de David William Vollero, Eduardo Henrique Ribeiro da Silva e Ygor King, além de mandar suspender o monitoramento eletrônico de Cristiana Brittes. Todos eles são réus no processo que investiga a morte do jogador Daniel Correa. Com isso, apenas Edison Brittes continuará preso. As informações são do G1.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (9) e acompanha o pedido feito pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) nas alegações finais na última terça-feira (8). Os sete réus, porém, devem ser levados a júri popular.

Após o cumprimento da soltura de David William, Ygor e Eduardo, apenas Edison Brittes, que confessou ter matado o ex-jogador, continuará preso. Atualmente, ele está na Casa de Custódia de São José dos Pinhais. O réu alega que Daniel tentou estuprar Cristiana, sua esposa, enquanto ela dormia.