Brasil

Caso Daniel: “ficante” do jogador é denunciada pelo MP-PR

Crédito: Rubens Chiri sãopaulofc.net/Reprodução/Instagram

Amiga de Allan Brites, a jovem Evellyn Brisola Perusso, de 19 anos, foi denunciada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) no caso da morte do jogador Daniel, em outubro. Ela, que teria se relacionado com o atleta naquela noite, é acusada de quatro crimes. As informações são do UOL.

Evellyn é acusada de fraude processual, por ter ajudado a limpar o sangue de Daniel, além de falso testemunho, denunciação caluniosa e corrupção de menores. A defesa da jovem diz que ela é inocente de todas as imputações e se diz, em entrevista ao UOL, espantada com a denúncia do MP. O advogado Luis Roberto Zagonel ainda disse que ela foi coagida a estar na residência para limpar o local.

Além de ter ajudado a tirar os vestígios de sangue da cena do crime, Evellyn ainda afirmou, em depoimento, que Eduardo Purkote foi o responsável por buscar a faca utilizada para matar Daniel. Por conta disso, ele ficou 12 dias preso, mas acabou liberado no início desta semana.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel