O Dia

Casal de médicos com casamento marcado morre em acidente

Veículo, conduzido por Abner Brito Santos Donato, invadiu a pista contrária e bateu de frente com um caminhão. O impacto foi tanto que o motor e as rodas do carro foram arremessados a 100 metros do local

Crédito: Reprodução/Facebook

Abner Brito e Fernanda Pacheco (Crédito: Reprodução/Facebook)

São Paulo – Um casal de médicos que planejava um casamento para março do próximo ano morreu em um grave acidente na tarde de quarta-feira em São Carlos, a 247 km da capital de São Paulo. Abner Brito Santos Donato, 31, e a noiva, Fernanda Coimbra Pacheco, 31, retornavam para casa em Ribeirão, na Rodovia Thales de Lorena Peixoto Júnior (SP-318).

O veículo, conduzido por Abner, invadiu a pista contrária e bateu de frente com um caminhão. O impacto foi tanto que o motor e as rodas do carro foram arremessados a 100 metros do local. O carro ficou destruído e o casal morreu no local.

O boletim de ocorrência registrado pela Polícia Rodoviária registram que chovia no momento do acidente. O motorista do caminhão disse em depoimento à polícia que tentou frear para evitar a colisão, mas não conseguiu. A frente do caminhão também ficou danificada.

O acidente foi registrado no início de uma curva leve e a pista estava escorregadia por causa da chuva.

A causa exata do acidente será investigada.

Os dois médicos trabalhavam em São Carlos. As respectivas instituições divulgaram nota lamentando o acidente.

“Dra. Fernanda era uma médica exemplar, muito querida pelos colegas de trabalho e pacientes e, prestava seus serviços juntos ao AME São Carlos desde o início das atividades em março de 2018”, diz o comunicado da Ambulatório Médico de Especialidades. Fernanda era neurologista e natural de Cornélio Procópio, no Paraná.

“A perda de profissionais talentosos, que sempre distribuíram atenção e bom ânimo a todos que desfrutaram de suas presenças, sem dúvida alguma, nos deixa perplexos e enlutados.” Abner era natural da Bahia e especializado em medicina nuclear. Ele tinha uma clínica em Guanambi, na Bahia. Em São Carlos, trabalhava na clínica e no Hospital Amaral Carvalho em Jaú.

O corpo dele será sepultado em Guanambi (BA). Já o de Fernanda será em sua cidade natal, no Paraná.