Esportes

Cartão vermelho de Son após grave lesão de André Gomes é retirado

A Federação Inglesa de futebol (FA) anunciou nesta terça-feira que retirou o cartão vermelho que foi aplicado ao sul-coreano do Tottenham, Heung-min Son, devido a uma entrada que provocou uma fratura no tornozelo do português do Everton, André Gomes, na partida disputada no último fim de semana.


“Heung-min Son estará à disposição do Tottenham nos três próximos jogos em casa depois que uma comissão independente tiver aceitado o recurso por expulsão injustificada”, escreveu a FA em sua conta no Twitter.

No domingo, o atacante sul-coreano deu uma entrada dura mas sem muita violência sobre Gomes, que acabou realmente se machucando na queda, quando se chocou com o marfinense Serge Aurier.

Por este lance, o árbitro Martin Atkinson tirou o cartão amarelo do bolso, mas ao ver a grave lesão do português, mudou sua decisão e expulsou Son, que deixou o campo chorando e com as mãos na cabeça depois de perceber as graves consequências.

O pé do jogador português de 26 anos girou 90 graus sobre seu eixo normal, provocando gestos de horror nos companheiros de equipe e de Heung-min Son.

Depois da partida, os jogadores do Tottenham e alguns do Everton admitiram que a entrada de Son não provocou diretamente a lesão de Gomes e o treinador argentino dos Spurs, Mauricio Pochettino já deu a entender que o clube recorreria da expulsão do asiático.

Gomes foi operado na segunda-feira de uma fratura com luxação do tornozelo direito.

Nesta terça, o Everton anunciou que “após a bem sucedida operação de ontem, André Gomes teve alta do hospital e vai continuar sua recuperação sob a supervisão de nossa equipe médica”.

No momento não se sabe qual será o prazo que ele vai precisar para voltar aos gramados.

hap/clv/mcd/iga/aam

TOTTENHAM HOTSPUR





Tópicos

ENG fbl KOR POR