Mundo

Carta com veneno foi enviada para Trump na Casa Branca

Carta com veneno foi enviada para Trump na Casa Branca

O presidente dos EUA, Donald Trump, fala à imprensa no gramado da Casa Branca antes de partir para Minnesota em 18 de setembro de 2020 - AFP

NOVA YORK, 21 SET (ANSA) – Um envelope com uma substância letal endereçado ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi interceptado pelo serviço postal da Casa Branca.

De acordo com o jornal “The New York Times”, fontes do FBI confirmaram que o pacote tinha a presença de uma substância venenosa identificada como ricina, encontrada naturalmente em sementes da mamona.

A publicação ainda informou que a carta foi enviada de um endereço no Canadá e o veneno foi interceptado antes de chegar na Casa Branca.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

As autoridades norte-americanas investigaram o caso e prenderam uma mulher na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá, segundo a mídia local. Ela é a principal suspeita de ter enviado o pacote com a substância letal.

Um episódio semelhante aconteceu em 2013, quando uma carta com ricina foi mandada ao então presidente Barack Obama. O envelope também foi barrado pelo Serviço Secreto do país. (ANSA).

+ Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre 1,5 tonelada de maconha

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Novo Código de Trânsito é aprovado; veja o que mudou
+Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea