Mundo

Carta alertou em abril sobre estado crítico do prédio desabado na Flórida

Carta alertou em abril sobre estado crítico do prédio desabado na Flórida

Vista aérea mostra pessoal de busca e resgate trabalhando no local do desabamento parcial das Torres Champlain Sul em Surfside, ao norte de Miami Beach, em 24 de junho de 2021 - AFP


O prédio que desabou perto de Miami, provocando a morte de muitos de seus moradores, sofria uma “deterioração” que se “acelerava”, alertou em abril o presidente de sua assembleia de proprietários em uma carta que vários veículos da imprensa americana divulgaram nesta terça-feira (29).

Era necessário investir cerca de 15 milhões de dólares em obras para adequar às normas o edifício que desabou em meio a uma nuvem de poeira na quinta-feira passada na cidade de Surfside, segundo uma estimativa do condomínio.

Ao menos 11 pessoas morreram e 150 pessoas continuam desaparecidas depois da dramático colapso do prédio de doze andares Champlain Towers South há seis dias, enquanto persistem os esforços de resgate e crescem as perguntas sobre as causas da tragédia.

Segundo uma carta de 9 de abril, destinada à assembleia de proprietários pelo seu presidente, a situação se agravava.

Desde 2018, “a deterioração do edifício se acelerou, o estado do telhado piorou consideravelmente”, alertou Jean Wodnicki, presidente da associação de proprietários, na carta.

Naquele ano, um relatório sobre o estado da construção luxuosa já apontava “grandes danos estruturais”, assim como rachaduras no porão do edifício, segundo documentos publicados pelo governo de Surfside.

“A impermeabilização das bordas da piscina e da entrada de acesso para veículos (…) já ultrapassou sua vida útil e, portanto, deve ser removida e substituída por completo”, escreveu neste documento o especialista Frank Morabito, pedindo consertos “dentro de um prazo razoável”, mas sem mencionar risco de desabamento.

“Haverá uma investigação minuciosa e completa sobre os motivos que levaram a essa tragédia”, disse na segunda-feira a prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago