Farol ISTOÉ

Carnaval da Democracia

Crédito: Sumaia Villela/Agência Brasil

Vamos lavar a alma no Carnaval de 2020. Em nome da democracia. Em Olinda, Rei Momo faz desagravo à primeira-dama da França, Brigitte Macron, à ambientalista Greta Thunberg e ao ator Leonardo DiCaprio. Eles foram ofendidos por Jair Bolsonaro. No Rio de Janeiro, o Grupo Especial é composto de treze escolas de samba. Pois bem: sete delas terão enredos e carros alegóricos criticando Bolsonaro. Em tempo: sobrarão também críticas ao alcaide Marcelo Crivella.