Cultura

Carlos Augusto Mattei Faggin é reconduzido à presidência do Condephaat

Crédito: Divulgação/Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo realizou nesta sexta-feira, 23, às 10h30, cerimônia, virtual, de posse dos indicados para compor o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat) de 2021 a 2023. Como presidente Carlos Augusto Mattei Faggin, a vice-presidente Valéria Rossi Domingos e os conselheiros titulares e suplentes integram a composição.

Conheça os membros do Conselho:

Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Carlos Augusto Mattei Faggin, titular e Presidente, em recondução;

Valéria Rossi Domingos, como titular e Vice – Presidente, e Erika Hembik Borges Fioretti, como suplente, ambas em recondução;

Maithê Rocha da Costa Monteiro, como titular, em recondução, e Roberta Martins Silva, como suplente;

Marcelo Manhães de Almeida, e Alberto Mussallem, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Secretaria de Governo

Heloisa Maria de Salles Penteado Proença e Marília Alves Barbour, respectivamente como titular e suplente, ambas em recondução;

Secretaria da Fazenda e Planejamento:

Jorge Aires Kanno e Adriano Somera Fantini, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente:

José Ronal Moura de Santa Inez e Glaucio Attore Penna, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;



Secretaria da Habitação

Luiz Eduardo de Oliveira Camargo, como titular, em recondução, e Ana Maria Antunes Coelho, como suplente;

Secretaria de Desenvolvimento Regional:

Matilde da Costa, como titular, em recondução, e Ronaldo Daher, como suplente;

Secretaria de Turismo e Viagens:

Wagner Seian Hanashiro e Vanilson Fickert Graciose, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Procuradoria Geral do Estado:

André Luiz dos Santos Nakamura e Fábio Teixeira Rezende, respectivamente como titular e suplente;

Cetesb – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo

Antonio Luiz Lima de Queiroz e Célia Regina Buono Palis Poeta, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN:

Victor Hugo Mori e Eneida Carvalho Ferraz Cruz, PCMG, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Museu de Arqueologia e Etnologia da USP – Maeusp:

Paulo Antonio Dantas Deblasis e Eduardo Góes Neves, respectivamente como titular e suplente;

Universidade de São Paulo – USP:

Jorge Bassani, como titular e Tomas Antonio Moreira, como suplente, em recondução;

Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Unesp

Saulo Philipe Sebastião Guerra e Marcelo Ornaghi Orlandi, respectivamente como titular e suplente;

Universidade Estadual de Campinas – Unicamp

Fernando Augusto de Almeida Hashimoto e Wenceslao Machado de Oliveira Junior, respectivamente como titular e suplente;

Universidade Federal de São Paulo – Unifesp:

Odair da Cruz Paiva e Lucília Santos Siqueira, respectivamente como titular e suplente;

Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB:

Fernando Atique e Maira Barros, respectivamente como titular e suplente;

Instituto de Engenharia de São Paulo – IESP:

Marcos Moliterno e Fernando Bertoldi Correa, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Associação Paulista de Municípios – APM:

Benilson Antonio Toniolo de Oliveira e Marcelo Alves de Godoy Magnani, respectivamente como titular e suplente;

Profissional de notório saber em História da Arte e Arquitetura:

Paulo Romani Vicelli e Marcelo Costa Dantas, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Profissional de notório saber em Urbanismo:

Pedro Taddei Neto e Eduardo Sampaio Nardelli, respectivamente como titular e suplente, ambos em recondução;

Profissional de notório saber em Patrimônio Imaterial:

José Guilherme Cantor Magnani e Daniela do Amaral Alfonsi, respectivamente como titular e suplente.

 

Sobre o Condephaat
O Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo) é o órgão que tem a função de proteger, valorizar e divulgar o patrimônio cultural no Estado de São Paulo. Isso é feito por meio do tombamento de móveis, imóveis, edificações, monumentos, bairros, núcleos históricos, áreas naturais e até de bens imateriais, como no caso do Samba Paulista, reconhecido como patrimônio imaterial em 2016.

O tombamento é um instrumento legal que tem como objetivo preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e até afetivo. O ato tem a intenção de impedir a destruição ou descaracterização dos patrimônios para que eles continuem fazendo parte da vida das pessoas, assumindo, inclusive, novos usos com o passar do tempo.

O conselho do Condephaat é formado por 30 representantes de diversas entidades, entre as quais secretarias estaduais, instituições de classe e universidades. Os conselheiros se reúnem periodicamente para deliberar sobre questões relativas à preservação do patrimônio cultural do Estado de São Paulo, tais como tombamentos ou autorização para intervenções em bens tombados ou em áreas envoltórias.

Veja também
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio