Esportes

Carlinhos e Parede aparecem no BID e podem estrear pelo Vasco

Meia, que será apresentado nesta terça-feira, e atacante se juntam a Marcelo Alves e Ygor Catatau como reforços regularizados. Neto Borges deve atuar só mais adiante

Carlinhos e Parede aparecem no BID e podem estrear pelo Vasco

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A segunda-feira confirmou a liberação oficial de dois jogadores para o Vasco: o meia Carlinhos e o atacante Guilherme Parede tiveram seus nomes registrados no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF, e podem estrear pelo Cruz-Maltino. Desdes, primeiro será apresentado à torcida nesta terça-feira, em transmissão do canal do clube no Youtube.

Agora, somente o lateral-esquerdo Neto Borges, que ainda não foi anunciado oficialmente como reforço, não foi regularizado para atuar. O Vasco estreia no Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira, contra o Sport, em São Januário.

Para a retomada do futebol nacional, o Cruz-Maltino contratou, até o momento, Carlinhos, Guilherme Parede, Neto Borges (em finalização dos trâmites), Marcelo Alves e Ygor Catatau.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea