Esportes

Carlinhos celebra chance no Vasco: ‘Momento em que eu estou mais feliz’

Meio-campista afirma estar na melhor fase da carreira, se coloca à disposição para o jogo contra o Sport e deseja deixar para trás um episódio polêmico do período em Portugal

Carlinhos celebra chance no Vasco: ‘Momento em que eu estou mais feliz’

nesta terça-feira (Reprodução/Youtube)

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Regularizado e, agora, apresentado: o meio-campista Carlinhos afirmou, nesta terça-feira, que está em condições de atuar contra o Sport, na estreia do Vasco no Campeonato Brasileiro, na quinta. Aos 26 anos, vestiu a camisa 23 e afirma estar no melhor momento da carreira.

– O contato com o Vasco foi muito rápido. Eu estava em Portugal, acabou a temporada por lá e eu vim para o Brasil. Eu estava em casa quando meu representante falou que o Vasco estava interessado em mim. Foi uma surpresa, por estar jogando fora do país. Foi motivo de orgulho. Não pensei em outra escolha, não fraquejei. Tive proposta de outros clubes, até da Europa. É o momento em que eu estou mais feliz, mais pronto na carreira. Momento, também, de mudanças no clube, o treinador é ídolo aqui. Tive poucos contatos, mas estou gostando do projeto e muito feliz – garantiu, em transmissão ao vivo na Vasco TV.

Carlinhos pertencia ao Standard Liège (BEL) e estava no Vitória de Setúbal (POR). No Vasco, ele não escolhe posição no meio-campo, mas indica que, quanto mais próximo da área adversária, melhor – embora o vice-presidente de futebol do clube, José Luís Moreira, tenha definido o quarto reforço oficializado do time para o Campeonato Brasileiro como um “guardião do meio-campo”.

– Atuar como 10, 8 ou 5 é opção do treinador. Gosto de chutar de fora da área e, do meu trabalho da Europa eu trago muita coisa boa. Espero aprender mais e também ensinar um pouquinho – almejou.

Durante a temporada em Portugal, Carlinhos se envolveu em um episódio polêmico. Mas explicou e afirmou querer deixar esse momento para trás.

– Não me considero um bad boy, sou bem família. Não gosto de sair, sou de ficar em casa. Estávamos num momento difícil, brigando para não descer, jogamos contra um time que estava brigando para ir para ir à Liga Europa e começaram a zoar. Na última rodada, nós conseguimos ficar e eles não foram. Não quero ser bad boy. É recente, mas quero esquecer. Vim para jogar. Quero ser feliz, mostrar meu futebol é só o que eu quero – projetou.

Veja também

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea