Esportes

Capitão do Arsenal denuncia ameaças a sua família em redes sociais

O capitão do Arsenal, Granit Xhaka, denunciou nesta sexta-feira ameaças que torcedores estariam fazendo a ele e a sua família nas redes sociais. Segundo o jogador, ele vem recebendo ofensas a sua esposa e a sua filha e até ameaças de morte.

“Pessoas disseram coisas como ‘quebraremos suas pernas’, ‘mataremos sua esposa’, ‘tomara que sua filha tenha câncer’. Isso me irritou muito e eu cheguei ao meu limite no último domingo”, disse o jogador, em comunicado divulgado pelo clube londrino.

De acordo com Xhaka, foram estas ameaças que motivaram sua reação aparentemente inexplicável diante da torcida no empate com o Crystal Palace, por 2 a 2, no fim de semana, em rodada do Campeonato Inglês. Irritado com as vaias, o jogador albanês, que defende a Suíça, deixou o gramado xingando os espectadores e jogou a camisa do clube no chão.

Mais calmo, nesta sexta, Xhaka reforçou seu amor pela equipe e disse que vai dar 100% dentro de campo, apesar das recentes ameaças. “Me deixei levar pela situação e agi de forma desrespeitosa aos torcedores. Não era minha intenção e peço desculpas se assim entenderam”, disse.

O meia ainda fez um pedido os torcedores: “Meu desejo é que voltemos a um estado de respeito mútuo, principalmente lembrando o motivo pelo qual amamos este esporte. Seguimos em frente, juntos”.