ISTOÉ Gente

Cantor sertanejo morre de dengue hemorrágica aos 27 anos

Crédito: Reprodução Instagram

Morreu na manhã do último domingo (12), o cantor sertanejo Leandro Antônio Breda, 27 anos, em Rio Claro, interior de São Paulo, vítima de uma dengue hemorrágica e choque hipovolêmico — quando o coração deixa de ser capaz de bombear sangue para todo o corpo.

O artista fazia parte da dupla Andres e Leandro. O amigo e colega de trabalho de Leandro lamentou a morte dele no Instagram oficial da dupla. “Dia mais que triste. Que esteja sempre em nossos pensamentos, por muito mais tempo que ficou entre nós. ‘TMJ’ (estamos juntos) meu parceiro, você daí e eu de cá. Um dia estaremos juntos novamente”, escreveu.

Com muitas lives sendo feitas perante a pandemia do novo coronavírus, a dupla chegou a fazer no dia 20 de março uma live nas redes sociais, cantando músicas de autoria própria e também reproduzindo grandes clássicos do repertório sertanejo.

Confira o post em homenagem a Leandro na rede social:

View this post on Instagram

Dia mais que triste. Que esteja sempre em nossos pensamentos, por muito mais tempo que ficou entre nós. Tmj meu parceiro, vc daí e eu de cá. Um dia cantaremos juntos novamente.

A post shared by Andres & Leandro (@andreseleandrooficial) on

Veja também

+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior