Cultura

Cantor de rock Chris Cornell vence Grammy póstumo

Cantor de rock Chris Cornell vence Grammy póstumo

(Arquivo) O cantor Chris Cornell durante show em Los Angeles em janeiro de 2017 - GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos

O cantor Chris Chris Cornell, falecido em maio de 2017 aos 52 anos, ganhou no domingo (10) um Grammy póstumo de melhor performance de rock.

Cornell foi premiado por “When Bad Does Good”, derrotando Arctic Monkeys e a estrela retrô em ascensão Greta Van Fleet.

“Sua voz foi a sua visão e sua música foi a sua paz”, disse sua filha Toni enquanto recebia o prêmio com seu irmão.

Cornell foi encontrado pendurado em seu quarto de hotel em Detroit em 18 de maio de 2017 depois de um show com sua banda principal, Soundgarden.

O legista qualificou a morte como suicídio, mas a esposa do artista disse que Cornell, que havia se recuperado uma década antes de problemas prolongados com drogas e álcool, não havia mostrado tendências suicidas e que seu comportamento poderia ter sido afetada por um medicamento receitado contra ansiedade.

A família processou um médico de Beverly Hills a quem acusou de ter prescrito ao músico “de maneira negligente e repetida” substâncias controladas que alteram a mente.