Economia

Campos Neto volta a defender maior coordenação mundial de BCs para moedas digital


O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, voltou a defender nesta quarta-feira uma coordenação maior entre os bancos centrais sobre a criação de moedas digitais. Ele novamente enumerou temas que ainda precisam ser debatidos: se a moeda digital deve ser remunerada ou não, se o BC deve ser o único emissor e o único custodiante, se deve haver limite nas transações, e como maximizar a aceitação internacional da moeda digital.

“Devemos comunicar em breve à sociedade para onde estamos indo (na moeda digital)”, afirmou Campos Neto, no evento “Open Banking: Oportunidades Ilimitadas”, promovido pela Embaixada da Índia no Brasil e pela Tata Consultancy Services (TCS).

Ele repetiu ainda que a convergência entre mídias digitais e sistema de pagamento irá transformar o sistema financeiro.

Campos Neto afirmou que órgãos reguladores devem se preparar para isso. “Essa é a corrida do ouro”, classificou.

No fim de março, o BC autorizou o funcionamento de recursos que permitem pagamentos pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. O Facebook, dono do app, foi aprovado como um “iniciador de pagamentos”, de maneira que os usuários do mensageiro poderão transferir recursos entre si.


+ Casal posta fotos nus em pontos turísticos e ganha fama na web
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS