Campos Neto terá status de ministro até autonomia do Banco Central

Campos Neto terá status de ministro até autonomia do Banco Central

(Arquivo) Foto mostra Banco Central do Brasil, em Brasília, em 29 de maio de 2012 - AFP

O presidente Jair Bolsonaro já encaminhou ao Senado Federal a indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central. A informação consta de edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) publicada na noite desta terça-feira, 1.

O DOU também trouxe a nova estrutura do governo federal. Nessa reorganização das pastas e atribuições, a Medida Provisória 870 prevê que o novo presidente do BC terá mantido o status de ministro de Estado “até que seja aprovada a autonomia da entidade”.

Apesar dessa indicação, não há nenhum detalhamento na edição extraordinária do DOU sobre a intenção de dar autonomia à autoridade monetária.