Brasil

Campos Machado sugere redução salarial de servidores para combate à covid-19

O líder do PTB na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o deputado Campos Machado (PTB), apresentou na última sexta, 17, um projeto de lei para que funcionários públicos do Estado possam doar até 10% de seus salários ao programa Tamo Junto, que – caso o texto venha a ser aprovado – ajudará a financiar a saúde pública de São Paulo durante a pandemia do novo coronavírus.

A doação é voluntária, uma vez que não é possível alterar o salário de servidores públicos sem mudanças constitucionais, e inclui funcionários concursados e efetivos do Executivo, Legislativo e Judiciário com exceção dos servidores da Saúde e da Segurança. Os servidores que decidirem aderir terão o porcentual descontado diretamente da folha salarial e a destinação dos recursos será exclusiva para o combate à covid-19.

Segundo Machado “o objetivo é incentivar o humanismo e a solidariedade, além de estruturar melhor e canalizar os recursos dos funcionários que desejem contribuir para as ações de saúde pública em um Programa ou Política Pública única”. “Há muitos servidores que já o fazem, mas através de um programa, esse fluxo de recursos será destinado com maior agilidade e eficácia, pela secretaria Estadual de Saúde, para o combate a essa epidemia”, disse Machado em nota.

Veja também

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?