Esportes

Campeão River recebe Cerro Porteño de olho na semifinal da Libertadores

O River Plate vai tentar manter de pé sua luta pelo segundo título consecutivo da Copa Libertadores nesta quinta-feira, quando recebe um aguerrido Cerro Porteño do Paraguai pelo jogo de ida das quartas de final do torneio.

Nas semifinais, o River poderá enfrentar mais uma vez seu arqui-rival Boca Juniors, mas antes os dois grandes argentinos terão que superar obstáculos difíceis.

O Boca vai enfrentar o equatoriano Liga de Quito, enquanto o atual campeão tem pela frente um adversário também habituado a duros duelos eliminatórios.

Nas oitavas de final, o River precisou sofrer até os pênaltis, após um empate sem gols com o Cruzeiro.

Já o Cerro Porteño eliminou o argentino San Lorenzo, com empate em 0 a 0 em Buenos Aires e vitória por 2 a 1 em Assunção.

O River aguarda seu adversário fortalecido após uma acachapante goleada de 6 a 1 no domingo em casa sobre o Racing Club, o atual campeão da Superliga argentina.

Os ‘millonarios’ mostraram fome de gols e opções para atacar de forma contundente.

Satisfeito com a atuação de sua equipe na última partida, o técnico do River, Marcelo Gallardo, pensa em contar com a mesma equipe que goleou o Racing.

Também é possível a presença do experiente zagueiro central Javier Pinola, recuperado de uma lesão muscular.

– Equipe difícil –

“Precisamos focar no fato de que temos uma partida das quartas de final contra uma equipe difícil, contra um time paraguaio. Nós trabalhamos para chegar bem aos jogos que temos pela frente”, considerou Gallardo sobre o desafio contra o ‘Ciclón’ paraguaio.

Do outro lado, o Cerro Porteño vem de um empate em 0 a 0 no clássico com o Olimpia pela sexta rodada do torneio da Primeira Divisão do Paraguai.

O técnico do Cerro, o argentino Miguel Ángel Russo, decidiu viajar com um elenco quase completo a Buenos Aires, apesar da ausência do defensor Marcos Cáceres, que sofreu uma lesão na coxa direita e pode ser substituído por Juan Gabriel Patiño.

Russo deverá ter três variantes na equipe que empatou com o Olimpia, com a entrada na defesa de Álberto Espínola substituindo Salustiano Candia e de Patiño no lugar do lesionado Cáceres, enquanto que Óscar Ruiz, recuperado de uma contusão, entraria no lugar de Alan Rodríguez.

Este será o terceiro duelo na Copa Libertadores deste ano entre os dois técnicos argentinos, já que na fase de grupos Russo enfrentou Gallardo como técnico do Alianza de Lima, com um empate em 1 a 1 no Peru, e derrota por 3 a 0 em Buenos Aires.

A partida será disputada na quinta-feira a partir das 19h15 (no horário de Brasília) no estádio Monumental e será apitada pelo peruano Víctor Carrillo, enquanto o VAR vai ficar a cargo do brasileiro Raphael Claus.

O jogo de volta será disputado no dia 29 de agosto no estádio Nueva Olla de Assunção, e o vencedor desta fase vai enfrentar o vencedor do jogo entre Boca e LDU.

Estas são as possíveis escalações:

River: Franco Armani – Gonzalo Montiel, Robert Rojas, Lucas Martínez Quarta e Milton Casco – Nicolás de la Cruz, Enzo Pérez, Exequiel Palacios, Ignacio Fernández – Matías Suárez e Rafael Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

Cerro Porteño: Juan Pablo Carrizo – Alberto Espínola, Juan Patiño, Fernando Amorebieta, Santiago Arzamendia – Óscar Ruiz, Mathías Villasanti, Juan Aguilar, Federico Carrizo – Nelson Haedo e Joaquín Larrivey. Técnico: Miguel Ángel Russo.

str/sa/ol/aam