Esportes

Ex-boxeador Pernell Whitaker morre atropelado nos EUA

Ex-boxeador Pernell Whitaker morre atropelado nos EUA

O ex-boxeador norte-americano Pernell Whitaker morreu neste domingo à noite, em Virginia Beach, nos Estados Unidos, vítima de um atropelamento. O “Sweet Pea” (Ervilha Doce), como era conhecido, tinha 55 anos. Ele foi campeão olímpico nos Jogos de Los Angeles-1984 e fez parte de uma equipe de boxe dos EUA na competição que reunia também Tyrell Biggs, Evander Holyfield, Mark Breland e Meldrick Taylor. No profissional, somou títulos em quatro categorias (leve, meio-médio-ligeiro, meio-médio e médio-ligeiro).

Lutou profissionalmente de 1984 a 2001 e teve um cartel de 40 vitórias (17 nocautes), quatro derrotas e um empate. Derrotou Roger Mayweather (tio de Floyd), Jorge Luis Ramirez, Jorge Paez, Greg Haugen e Azumah Nelson, sendo que ao bater este último talvez tenha alcançado o maior triunfo de sua carreira.

Ainda fez combates memoráveis contra Oscar De La Hoya e Julio César Chávez, nos quais perdeu para o primeiro deles e empatou com o segundo. Para muitos críticos, venceu ambas as lutas. Foi derrotado também pelo porto-riquenho Felix Trinidad.

Dono de uma guarda praticamente intransponível, Whitaker quase não era atingido em suas lutas. Canhoto, tinha um ótimo contragolpe, apesar de não ter pegada. De 1993 a 1997, ele foi considerado o melhor boxeador libra por libra do mundo. Em 2006, seu nome foi introduzido no Hall da Fama do Boxe. Ele deixa cinco filhos.

Segundo o site TMZ, a polícia local recebeu uma ligação às 22h04 de domingo com a informação de um acidente. Whitaker foi logo identificado, recebeu atendimento de urgência, mas suas lesões eram muito graves e ele morreu no local do acidente.

O apelido “Sweet Pea” teve origem quando seus familiares começaram a chamá-lo de “Pete”. Fãs de sua cidade natal, Norfolk, o apelidaram de “Sweet Pete” devido à forma clássica como atingia seus rivais. Um jornalista entendeu errado o apelido e escreveu uma matéria sobre “Sweet Pea” (Ervilha Doce).