Esportes

Campeão mundial de F1 Lewis Hamilton testa positivo para covid

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) testou positivo para o novo coronavírus e está fora do Grande Prêmio de Sakhir, no Bahrein, no próximo fim de semana, anunciaram nesta terça-feira (1) sua equipe e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

“Ele acordou na segunda-feira com sintomas leves e, ao mesmo tempo, foi informado de que uma pessoa com a qual teve contato antes de chegar ao Bahrein (na semana passada) testou positivo”, afirmou a Mercedes em um comunicado.

Lewis se submeteu a um teste de diagnóstico e o o resultado foi positivo. “Ele se sente bem”, completou a equipe.

“No momento, ele está isolado”, informou a FIA em um comunicado oficial.

O nome do piloto que substituirá Hamilton na prova do próximo domingo ainda não foi anunciado. A Mercedes tem dois pilotos reserva: o mexicano Estaban Gutiérrez e o belga Stoffel Vandoorne.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Hamilton, que já conquistou o título de 2020 da F1, tem sete Mundiais, um recorde que divide com o alemão Michael Schumacher.

No domingo passado, o britânico venceu o Grande Prêmio do Bahrein. No próximo fim de semana será disputado o GP de Sakhir de Fórmula 1, também no circuito internacional do Bahrein.

pel/lrb/bl/mis/fp

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel