Esportes

Campeão de sumô japonês está contaminado pela covid-19

O maior campeão japonês de sumô, Hakuho, deu positivo em um teste de detecção de covid-19, confirmaram as autoridades do esporte nesta terça-feira (5) no Japão, que registra aumento de infecções às vésperas do início de um campeonato.

Hakuho, de 35 anos, é um yokozuna, o grau mais alto do sumô, e detém o recorde de 44 vitórias em torneios. Ele se preparava para o campeonato de janeiro, que começa no domingo.

O campeão deu positivo após sentir que havia perdido o olfato, de acordo com a imprensa local.

Até agora, nenhuma decisão foi tomada sobre sua participação, informou a Associação Japonesa de Sumô (AJS) à AFP. Os outros lutadores de sua equipe (“heya”) que recentemente entraram em contato com ele também foram testados, de acordo com a televisão pública NHK.

O yokozuna mongol, que recebeu a cidadania japonesa em setembro de 2019, não participou dos dois últimos torneios (são seis por ano) devido a uma lesão.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Hakuho e seu companheiro yokozuna Kakuryu, também de origem mongol e recém-nacionalizado japonês, receberam sérias advertências por suas ausências. A AJS espera que os yokozunas honrem seus graus obtendo vitórias, caso contrário eles devem se aposentar do esporte.

As infecções por coronavírus se multiplicaram nos últimos meses no mundo fechado do sumô. Onze membros de outro ‘heya’ testaram positivo na semana passada, incluindo Wakatakakage, um lutador que compete na primeira divisão.

Um lutador de sumô morreu de covid-19 em maio passado, a primeira morte relacionada à pandemia nesta disciplina esportiva tradicional.

A AJS tomou a decisão excepcional de cancelar um torneio (maio) somente pela terceira vez na história do sumô.

Embora o sumô não seja uma disciplina olímpica, o contágio de covid-19 é um sinal negativo poucos meses antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, adiados para 2021 devido à pandemia.

v

Outro atleta japonês, o número 1 do mundo no badminton Kento Momota, deu positivo para coronavírus no domingo, levando à renúncia da delegação japonesa de disputar uma competição.

amk-mac/ras/roc/am

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Em entrevista Andressa Urach relembra episódio em que praticou zoofilia
+ Lívia Andrade posa com estrelas do mar no corpo: “Bem sereiuda”
+ Cristaleira: como transformar o móvel de ‘casa de vó’ em um item lindo e atemporal
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica