Geral

Campanha de vacinação contra a raiva é adiada em SP para evitar aglomerações

A campanha de vacinação contra a raiva, que costuma ocorrer nos meses de agosto e setembro, foi adiada e apenas a imunização de rotina será realizada. A Secretaria de Estado da Saúde informou nesta quarta-feira, 5, que a medida foi adotada para evitar aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

As doses da vacina antirrábica vão continuar sendo aplicadas nos serviços de saúde municipais e clínicas veterinárias particulares para a vacinação de rotina de cães e gatos. Segundo a pasta, a decisão segue recomendações do Ministério da Saúde para reduzir o risco de infecção pela covid-19.

O Estado de São Paulo não registra casos de raiva em humanos, causada pela variante canina, desde 1997. Em cães e gatos, a doença não é registrada desde 1998. O último caso de contágio após acidente com morcego infectado ocorreu em 2018.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea