Cultura

Campanha de Jogos Paralímpicos com Cleo Pires e Paulo Vilhena causa polêmica


A causa era nobre, mas o resultado acabou sendo de extremo mau gosto: para incentivar a venda dos ingressos dos Jogos Paralímpicos, que começam no dia 7, Cleo Pires e Paulinho Vilhena apareceram com membros do corpo amputados em fotos que causaram polêmica na internet.

Criada pela agência África, a campanha “Somos Todos Paralímpicos” traz os dois atores “representando” os paratletas Bruna Alexandre, do tênis de mesa, e Renato Leite, do vôlei sentado.

Porém, desde que foi divulgada na manhã desta quarta, 24, a peça publicitária vem sofrendo críticas exatamente pela falta de representatividade. Se a ideia é falar de inclusão, por que não colocar os próprias paratletas estrelando as fotos?, questionam os internautas.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago