Brasil

Câmara abre sessão que pode votar auxílio a informais e projetos contra covid-19

A Câmara deu início há pouco à sua segunda sessão virtual da história para votar projetos referentes ao combate da covid-19. A principal matéria que pode ser votada hoje é o auxílio aos trabalhadores informais.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o valor do auxílio mensal a ser pago aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise gerada pela pandemia do novo coronavírus pode ser elevado para R$ 500. O valor consta de um projeto de lei que deve ser votado pela Câmara nesta quinta e foi antecipado ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, pelo relator do projeto, deputado Marcelo Aro (PP-MG).

Além desta matéria, o plenário deve analisar outros quatro projetos de lei sobre o combate ao coronavírus. O primeiro projeto da pauta é do deputado Alexandre Padilha (PT-SP) que dispensa o trabalhador de comprovação de doença por sete dias em épocas de epidemia e lhe permite apresentar atestado emitido por meio eletrônico a partir do oitavo dia de afastamento.