Tecnologia & Meio ambiente

Califórnia promete combater ‘vingança’ de Trump em política ambiental

Califórnia promete combater ‘vingança’ de Trump em política ambiental

Califórnia busca reduzir emissões de CO2 com plano similar ao promovido pelo presidente Barack Obama. - GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos

As autoridades da Califórnia prometeram nesta terça-feira combater o plano do governo de Donald Trump de revogar a autorização que receberam para estabelecer seus próprios padrões de emissões de carbono.

O anúncio ocorre após informações na imprensa de que a agência federal do meio ambiente (EPA) eliminará, na quarta-feira, esta prerrogativa do estado mais rico e populoso do país, que normalmente estabelece normas mais severas no combate à poluição.

O governador Gavin Newsom disse que o plano da EPA é parte de uma “vingança política” do presidente Trump contra a Califórnia, bastião democrata e líder do combate ao aquecimento global.

“A Califórnia não aguardará jamais a permissão de Washington para proteger a saúde e a segurança de suas crianças e suas famílias”, declarou Newsom, advertindo para as “consequências devastadoras” de uma flexibilização nos padrões.

A Califórnia, a quinta economia do mundo, fez um acerto com quatro fabricantes de veículos para se ter carros menos contaminantes a partir de 2026, mas Trump condena o acordo por violar, segundo ele, as leis contra o monopólio.

O procurador-geral da Califórnia, Xavier Becerra, informou que recorrerá à Justiça contra qualquer impedimento à política ambiental do estado.