Economia

Caixa Seguridade vai receber R$ 7 bi da francesa CNP em novo acordo

A Caixa Seguridade vai receber R$ 7 bilhões pelo aditamento do acordo com a francesa CNP Assurances, que foi celebrado em agosto do ano passado e que previa o pagamento de R$ 4,6 bilhões pela CNP. No começo do ano, as empresas reabriram negociações para rever os termos do contrato. A parceria terá participação de 40% da CNP, e terá duração de 25 anos, cinco a mais do que o previsto no contrato original.

O acordo envolve os ramos de seguro de vida e prestamista, além de produtos de previdência, que serão distribuídos exclusivamente na rede da Caixa Econômica Federal. O acordo prevê mecanismos de incentivo por produtividade e lucratividade de até R$ 800 milhões, valor a ser pago em duas parcelas, em 2024 e 2026.

Durante a assinatura do contrato, realizada nesta quinta, o CEO Global da CNP Assurances, Antoine Lissowski, destacou o grande potencial de negócios da parceria. “O Brasil representa 20% da nossa atividade e foi a nossa primeira operação internacional. A visão é que teremos mais receitas nesse negócio daqui pra frente, já que no Brasil o mercado de seguros representa de 4% a 5% do PIB, enquanto na França é o dobro”, afirmou.

Para o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, “essa é uma operação muito importante que já estava em negociação e que nos permitiu vários avanços, entre eles as questões relacionadas à governança”.

Veja também

+ Gafanhotos: Bahia enfrenta nuvem de insetos
+ A história da Rural e da picape F-75, avós dos SUVs brasileiros
+ Claudia Rodrigues tem fratura na costela e lesões no cérebro após acidente doméstico
+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Veja 7 incríveis casas na natureza para sonhar
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior