Enquanto grandes investidores internacionais aguardam o avanço das propostas no Congresso Nacional que autorizam a volta dos bingos e cassinos, com projetos de mega resorts e geração de emprego e arrecadação de impostos, a Caixa controla sozinha o setor de apostas presenciais no País.

E tem lucrado sozinha. Uma das provas é a modalidade +Milionária, com dois sorteios semanais, que acaba de completar dois anos sem um único ganhador do prêmio principal até ontem. Algo inédito no Brasil.

O banco informa à Coluna que já arrecadou R$ 1,57 bilhão até a quarta-feira (5), e pagou R$ 335,8 milhões em prêmios menores deste jogo. A Caixa Loterias explica que o prêmio foi elaborado com vistas a ser o único a pagar 10 dígitos no prêmio principal, e se inspirou nas semelhantes como Powerball (EUA), Megamillion (EUA), EuroMillions. Parte da arrecadação é destinada a projetos sociais e esportivos do Governo.