Economia

Caixa diz ter aberto 105 milhões de poupanças sociais digitais

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou que o banco já abriu 105 milhões de poupanças sociais digitais. A modalidade, criada para o pagamento do auxílio emergencial, se tornou permanente com aprovação de uma lei.

Durante evento no Palácio do Planalto para celebrar a marca de 100 milhões de contas abertas, Guimarães afirmou que a intenção é desenvolver o banco digital.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, também participam da cerimônia.

Guimarães ressaltou que serão pagos R$ 340 bilhões em benefícios, como Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e auxílio emergencial pelas contas digitais em 2020.

Ao informar os dados, o presidente da Caixa disse que a criação da poupança digital incluiu “invisíveis” no sistema bancário e apresentou uma série de fotos com famílias que receberam o benefício.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Segundo ele, Caixa já pagou R$ 242,6 bilhões em auxílio emergencial para 67,8 milhões de beneficiários. “Sete entre cada 10 adultos (brasileiros) se cadastraram para receber o auxílio”, afirmou.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel