Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A CBF organizou um evento em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, para celebrar os 20 anos do pentacampeonato na Copa do Mundo de 2002. Capitão da conquista, Cafu celebrou o reencontro e projetou o cenário para um hexa da Seleção Brasileira no Mundial do Qatar, a partir de novembro.

– Sou muito otimista, torcedor e fã do futebol brasileiro. Torço para a Seleção. Estamos com um time mais experiente, ciente daquilo que precisa, esperamos que os meninos possam voltar a repetir aquela cena. Se vocês soubessem como é bom ser campeão do mundo, seriam todos os dias. Não tem sensação melhor. São 32 seleções, todas elas lutando por esse objetivo – afirmou.

Cafu relembrou a sensação de erguer a taça da Copa do Mundo em 2002 e a experiência de reencontrar os antigos companheiros na celebração.

– Lido com isso a cada dia que passa, cada dia que entro na minha sala de troféu. É uma data comemorativa, mas acho que essa data deveria ser comemorada anualmente. Não precisa esperar 10, 20 anos para comemorar um título tão importante quanto de campeão do mundo. Somos pentacampeões e acho que essa conquista tem que ser relembrada a cada dia que se fala de futebol – disse o capitão.

– A sensação inexplicável, mas ao mesmo tempo de dever cumprido. O Brasil é penta. Aquela sensação que você olha para trás e pensa que tudo aquilo que sofremos atrás, toda desconfiança, toda descrença pela Seleção teve resultado positivo. Sensação de orgulho, felicidade e dever cumprido – completou.