ISTOÉ Gente

Caetano Veloso cobra dívida milionária de Olavo de Carvalho por descumprir decisão judicial

Caetano Veloso cobra dívida milionária de Olavo de Carvalho por descumprir decisão judicial

(Arquivo) O músico Caetano Veloso, durante apresentação na França - AFP/Arquivos

Caetano Veloso cobrou R$ 2,8 milhões do escritor Olavo de Carvalho, guru do presidente Bolsonaro, por descumprir decisão judicial e não remover de suas redes sociais mensagens que relacionam o cantor à pedofilia. As informações foram divulgadas pelo UOL.

As mensagens escritas por Olavo seriam do início do namoro do cantor com a produtora Paula Lavigne, quando ela tinha 13 anos e o músico estava com 40.

Veja também

• Caetano Veloso e Criolo se beijam em festival de música em SP
• Caetano Veloso posa de cueca em camarim ao lado de galã da Globo
• ‘Sou a favor da liberação e legalização da maconha’, diz Caetano Veloso

Responsável pela ação judicial, o artista entrou com o pedido na Justiça por uma petição com memória de cálculo relacionada à desobediência à ordem judicial e o valor devido.

Ainda segundo o UOL, após ser intimado, Olavo terá 15 dias para pagar, de acordo com a advogada de Caetano, Simone Kamenetz. “Ele não pode mais recorrer da sentença, pois perdeu o prazo para a apelação”.

O juiz determinou que Olavo excluísse imediatamente o conteúdo ofensivo, sob pena de multa de R$ 10.000,00 por dia. Como o guru do Bolsonaro não excluiu todos os conteúdos ofensivos, a defesa do cantor fez um cálculo dos dias, contando a partir de 48h após sua intimação da decisão da tutela, e também da data da verificação da existência dos conteúdos não excluídos, somando 281 dias de desobediência e resultado na multa de R$ 2,8 milhões.

Olavo de Carvalho foi procurado pelo UOL para falar sobre o assunto, porém ele não respondeu às mensagens.